A matéria, do mais grosso caule, até o mais fino e etéreo caule.

Anjo
O espírito é criado com todo o conhecimento, ele é evoluído no princípio é distanciado deste conhecimento para seguir os processos naturais do universo. Quando um espírito regride em conhecimento para iniciar sua jornada na matéria, é destinado ao mais puro e belo dos minerais, o diamante. É o presente dado pelo Universo ao espírito, a primeira fase de sua evolução. Dentro do reino mineral segue suas evoluções: ferro, ou o cobre, ou o ouro, ou as rochas basálticas, a argila, a areia, e então o líquido, a água.
Continua então passando por outros reinos, vegetal, animal, hominal, etc. Em cada um destes reinos, ainda carrega em si o reino mineral. Nós, humanos terráqueos, de nível evolucional 7, somos compostos por 76% de água. A cada salto evolucional, dar-se a sutilização, o espirito vai se distanciando do reino mineral, perdendo H2O.
Neste momento planetário vivenciamos um destes saltos, e no novo nível 14, o qual adentraremos, o elemento H2O será de 56% em nossa estrutura corpórea.
Seres mardukianos, em seus corpos sutis, o elemento H2O é de uma fração de 0,037%. E seu orbe é da mesma constituição de seus corpos. Quanto mais densa a matéria, mais tempo o espirito permanece naquele nível, ou seja, seres elevados tem sua evolução acelerada em relação ao nível que nos encontramos.
Nós, humanos terráqueos, nível 7, a caminho do nível 14, somos assistidos por seres de nível 37 (mardukianos), que são assistidos por seres de nível 63, e assim sucessivamente.
Ao retornar a Fonte Criadora, a Origem, o espirito torna-se um Cristo, e para cada Cristo, uma nova leva de espíritos, a criação é infinita. – Da Série Crônicas de Outro Mundo.