Tarja preta na constelação de virgem, censura além do universo.

Após escrever o artigo sobre o alinhamento planetário que ocorrerá em 23 de setembro de 2017 elencado a passagem da Bíblia em Apocalipse 12 (se você não leu sobre este o artigo, sugiro que inicie a leitura em http://mirabelkrause.com.br/blog/?cat=256 , para um melhor aproveitamento), uma desconforto ainda pairava na minha mente e algo me dizia que precisava dar prosseguimento ao assunto e me remeti a continuação da pesquisa.

Intrigava-me o fato de que ao pesquisar no Google Sky, a constelação de virgem aparecia com uma tarja preta em um de seus segmentos, uma censura imposta pela NASA em nos esconder algo. E as perguntas sempre pairavam no ar: o que a NASA esconde por trás da tarjeta preta? Do que ela nos quer poupar?  O que tem por trás da tarjeta que eles não conseguem nos explicar?

23 set 3

Fonte: Google Sky

23 set 4

Fonte: Google Sky

Reiniciando a pesquisa a partir da tarja preta do GoogleSky, encontrei um site chamado Skyview Virtual Observatory (https://skyview.gsfc.nasa.gov) o qual também é administrado pela NASA.

E para minha surpresa ao colocar as coordenadas da constelação de virgem (13h46m57.0s, -8° 45′ 17.3″), obtemos uma imagem extremamente peculiar e que me deixou bastante incomodada e preocupada, por ser algo grande e amorfo.

dragão

Fonte: Skyview Virtual Observatory

Até o presente momento não consegui entender e decifrar do que se trata a imagem, pois perpetra há diversas hipóteses, podendo se tratar de um meteoro ou até mesmo de um novo planeta, mas esta imagem assustadora me reporta igualmente a passagem do Apocalipse 12: 3-5:

“E viu-se outro sinal no céu, e eis que era um grande dragão vermelho, que tinha sete cabeças e dez chifres e, sobre as cabeças sete diademas. 4E a sua calda levou após si a terça parte das estrelas do céu e lançou sobre a terra; e o dragão parou diante da mulher que havia de dar à luz, para que, dando ela à luz, lhe tragasse o filho”.

Não há como negar que a imagem assemelha-se com a cabeça de um dragão envolto em chamas (principalmente quando pesquisado em infravermelho), onde os dois pontos ou núcleos parecem suas narinas e abaixo um sorriso sardônico. E como o mesmo encontra-se escondido por detrás da tarja de censura na constelação de virgem, acredito que nem mesmo a própria NASA desconheça do que se trata a referida descoberta e que, se não fosse tão preocupante não haveria o propósito de esconder e censurar a imagem.

Acredito que algo novo está por vir e que muito tem a ver com a imagem censurada, podendo ser em setembro deste ano ou em um futuro incerto, porém permaneceremos na incerteza, principalmente enquanto houver um domínio sobre o nosso conhecimento na busca sobre verdades.

Autora: Ana Hoffmann.

Filosofando … 

Recentemente o site da History Chanel publicou um artigo com o seguinte conteúdo:

“A chuva de estrelas que vai ocorrer durante os meses de outubro e novembro, quando nosso planeta vai atravessar os fragmentos que se desprendem do cometa Encke, representam uma ameaça real à humanidade.

Após analisar o fenômeno, os especialistas descobriram que o cometa pode ocultar asteroides gigantes, com tamanho suficiente para ameaçar a integridade de áreas tão grandes quanto a de um continente inteiro. Eles citaram os dois maiores: o 2015 TX24 e o 2005 UR, que possuem de 200 a 300 metros de largura.

Porém, a chuva de estrelas das Táuridas traz um perigo ainda maior. As pesquisas possibilitaram a descoberta de um novo ramo de asteroides que não apresentam periodicidade anual e que, por isso, poderão conter muitos objetos perigosos e ainda desconhecidos. É por isso que os cientistas fizeram um alerta às autoridades do mundo todo, para que deem continuidade aos estudos que permitirão medir o risco real que essa chuva de estrelas significaria para a saúde do planeta. ”

Penso haver grande sensacionalismo no artigo com propósitos meramente comerciais, afinal, a humanidade adora um “fim do mundo”.  Mas, e se considerarmos que o dragão, a antiga serpente da mitologia suméria, a divindade Enki, possa ter relação com o cometa Encke além do nome?

Em Apocalipse 12:7 temos: “E houve batalha no céu; Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão, e batalhavam o dragão e os seus anjos; mas não prevaleceram, nem mais o seu lugar se achou nos céus”.

Serão os extraterrestres os anjos “salvadores da pátria”? E seria este o momento apropriado para se mostrarem sem causar um alvoroço coletivo, indo contra a imagem de extraterrestres dominadores da Terra que os cinemas vem plantando?

E questiono: Qual o propósito de despertarem a atenção colocando uma tarja preta para esconderem algo, e ao mesmo tempo deixam um caminho aberto para a descoberta? Vamos ser sinceros, a tarja tornou-se um holofote sobre algo que pretendiam que fosse descoberto.

Contrária ao amor, que é energia evolutiva, o medo é energia de estagnação. Será o medo o propósito?

Se estaríamos com nossos olhares direcionados ao evento astronômico de 23 de setembro, não poderia a imagem do dragão primeiramente escondida por uma tarja, ou ausência de uma foto, como alguns afirmam, ser mais um cenário montado?

Mirabel Krause