ENTENDA O SALTO EVOLUCIONAL.

Um salto quântico, na física, acontece quando uma partícula ganha energia. O movimento dos elétrons se acelera, levando-os a se afastar do núcleo. Esse afastamento do núcleo acontece na forma de “saltos” – do nível 1 para o 2 no primeiro salto, de 2 para 4 no segundo salto e assim sucessivamente.
Quando absorvem luz, o que os elétrons absorvem é energia luminosa e, assim, aumentam sua energia. Por isso, o elétron só absorve a luz se o fóton que chegar tiver energia suficiente para que esse elétron possa saltar de um nível energético para outro. Senão, ele não absorve e o fóton passa incólume.
A figura abaixo esquematiza um elétron em um átomo que absorve luz.

SaltoQuantico

A entrada de nosso sistema solar no Cinturão de Fótons marca o início da expansão da consciência além da terceira dimensão. Existe documentação científica recente sobre a existência de fótons altamente energéticos vindos do centro da galáxia.
O Cinturão de Fótons é um fenômeno astronômico, e consiste de fótons altamente energéticos, cuja origem é o centro de nossa galáxia. Percebido pela primeira vez em 1961, detectado através de satélites, é um gigantesco anel de radiação que fica à volta de Alcyone e do qual é a fonte, localizado na Constelação das Plêiades. Sua origem vem do sol central da galáxia, em torno do qual orbitam o nosso sistema solar e todos os planetas que o acompanham.

Cinturão_fotons_informação

Nosso Sol faz parte da espiral gravitacional de Alcione, que foi capturado a éons atrás, e desde então é considerado a oitava estrela em grandeza do sistema Plêiades. Os Cinturões de fótons como nuvem de informações acelera a progressão dos planetas que neles se situam de modo irresistível.
Os Cinturões de Fótons são compostos de raios gama de altíssima frequência, com nascedouro no centro galáctico, que estão acelerando nossos elétrons, fazendo-os mudar de órbitas, em constantes saltos quânticos.

Os seres de Marduk afirmam que o processo de evolução já se deu inicio, e que sairemos do nível evolucional 7 para o nível evolucional 14. Se considerarmos que um mineral (rocha) é grau zero, o vegetal nível 1, o animal nível 2, e nós seres humanos terráqueos estamos no nível 7, há de convirmos que o salto evolucional para o nível 14 trata-se de um grande salto. Esta é a separação do joio e do trigo, pois somente os vibracionalmente elevados passarão para o nível 14. Lux Pax.